segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Mapa da divisão da Alemanha

O FIM DA SEGUNDA GUERRA:
  • Os combates na Europa Ocidental foram decididos em 6 de Junho de 1944: vindos da Inglaterra, cento e cinquenta e cinco (155) soldados desembarcaram em Caen, no Norte da França. Esse dia ficou conhecido como o Dia D - o dia da invasão da Normandia. Foi então a maior operação aeronaval da história militar. Os números apontam: 1.200 navios e 1.000 aviões de guerra.
  • No lado do Oriente, os nazistas foram completamente cercados por tropas soviéticas e exatamente no dia 22 de Abril de 1945 a cidade de Berlim foi tomada pelos russos. E no dia 30, Hitler suicidou-se. No dia 7 de Maio de 1945, o que restou do governo alemão simplesmente se rendeu. A guerra na Europa estava terminada.
Guerra Fria : Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo em dois blocos, com sistemas econômico e político opostos: o chamado mundo capitalista, liderado pelos EUA, e o mundo comunista, encabeçado pela URSS. Provoca uma corrida armamentista que se estende por 40 anos e coloca o mundo sob a ameaça de uma guerra nuclear.

Após a II Guerra Mundial, os soviéticos controlam os países do Leste Europeu e os norte-americanos tentam manter o resto da Europa sob sua influência. Apoiado na Doutrina Truman – segundo a qual cabe aos EUA a defesa do mundo capitalista diante do avanço do comunismo –, o governo norte-americano presta ajuda militar e econômica aos países que se opõem à expansão comunista e auxilia a instalação de ditaduras militares na América Latina. O Plano Marshall, por exemplo, resulta na injeção de US$ 13 bilhões na Europa. A URSS adota uma política isolacionista, a chamada Cortina de Ferro. Ajudada pelo Exército Vermelho, transforma os governos do Leste Europeu em satélites de Moscou.

Nos anos 50 e 60, a política norte-americana de contenção da expansão comunista leva à participação da nação na Guerra da Coréia e na Guerra do Vietnã. A Guerra Fria repercute na própria política interna dos EUA, com o chamado macarthismo, que desencadeia no país uma onda de perseguição a supostos simpatizantes comunistas.

Corrida nuclear – A Guerra Fria amplia-se a partir de 1949, quando os soviéticos explodem sua primeira bomba atômica e inauguram a corrida nuclear. Os EUA testam novas armas nucleares no atol de Bikini, no Pacífico, e, em 1952, explodem a primeira bomba de hidrogênio. A URSS lança a sua em 1955. As superpotências criam blocos militares reunindo seus aliados, como a OTAN, que agrega os anticomunistas, e o Pacto de Varsóvia, do bloco socialista.OS PRINCIPAIS PRESIDENTES:
George Washington (1789 a 1797),Pai da indepedencia Norte Americana e 1º presidente dos EUA.
-John Adams(1797 a 1801),transformou os EUA em uma Federação.
-Thomas Jefferson(1801 a 1809),con-autor da declaração de indepedencia Americana(se Washington é o pai ele é a mãe da Independencia)grande estadista criou a Lei da propriedade agrária de 1800 e Comprou a Louisiana.
-James Madison(1809 a 1817),é visto como o "Pai da Constituição Americana.",baseado no documento da declaração da independencia, criou a constituição americana vigente até hoje.
-James Monroe(1817 a 1825),criador da doutrina "Monroe","a america para os americanos",defendeu a independencias das nações latinos americana.
-James Knox Polk(1845 a 1849),foi presidente durante a guerra Mexicano-Americano,que acabou com a anexação do texas e atuais Estados americanos de Califórnia, Nevada, Utah, Novo México , Arizona e Colorado.
-Abraham Lincoln(1861 a 1865),no seu governo houve a Guerra de Secessão. Soube preservar a unidade do país durante essa guerra civil.e aboliu a escravidão nos EUA.foi assassinado.
-Ulysses S. Grant(1868 a 1876),Como presidente,permitiu a total reconstrução do sul do país e o integrou as demais unidades da federação.e começou um processo maciço de industrialização,que até então vinha ocorrendo gradual.
-William McKinley(1897 a 1901),Seu mandato é lembrado pelos norte-americanos como um período de expansão dos territórios e colônias dos EUA, por meio de anexações, invasões e conquistas, incluindo Cuba e as Filipinas após a Guerra Hispano-Americana, e o Hawaii. Mackinley também anexou os Territórios Índios do Oeste sem o consentimento de nenhum dos povos habitantes destes.
-Theodore "Teddy" Roosevelt(1901 a 1909),Sua política externa conhecida como "Big Stick" (grande porrete) fortaleceu o país com uma indústria e um comércio agressivos cuja política visava a protegê-lo a todo custo.seu governo pois em pratica a Doutrina Monroe. que proibia intervenções não-norte-americanas na América Latina, que não fossem eles próprios e assumiam a responsabilidade pelo cumprimento das obrigações internacionais desses países,seja intevido neles ou transformando-os em "protetorados".no seu governo começou a construção do canal do panamá.
-Woodrow Wilson,(1913 a 1921) é considerado um pai do idealismo, lutou por nações livres e com condições para um desenvolvimento econômico e democrático.
-John Calvin Coolidge(1924 a 1933),seu governo ficou conhecido por causa do seu liberalismo econômico, o que encorajou a especulação financeira.
-Franklin Delano Roosevelt(1933 a 1945) ,teve de enfrentar o período da Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial.conseguiu tirar o país da grande depressão,inteviu na economia do país reformou o estado demitindo funcionaris corruptos e incompetentes,e após a crise de 29 dando condições melhores de trabalho aos americanos, alcançando metas industriais,equipou e modenizou as forças armadas, levou energia elétrica e modernidade às regiões mais pobres do país, traçando o destino dos americanos rumo à potencia que são hoje.foi considerado um dos três lideres grandes da 2º guerra,tudo isso governado presso a uma cadeira de rodas morreu morreu na presidencia.
-Harry Salomon Truman(1945 A 1953),com a morte de Roosevelt,coube a ele terminar a 2º guerra junto com os aliados e após participou juntamente com Stalin e Churchill da Conferência de Potsdam, onde dividiram a Alemanha e Berlim, criando assim a Alemanha Oriental, e a Alemanha Ocidental, assim como a Berlim Oriental e a Berlim Ocidental.autorizou o bombardeio com bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki .criou a CIA, impôs o Plano Marshall e a Doutrina Truman para recuperar a Europa, e impedir a expansão do comunismo,no seu governo ocorre a guerra da Coreia,e comandado pelo Senador Joseph MacCarthy ele criou o Comitê de Investigações das Atividades Anti-Americanas, começando o periodo da "caças as Bruxas" nos EUA.
-John Fitzgerald Kennedy (1961 a 1963) tomou posse, sucedendo a Dwight Eisenhower(Eisenhower apesar de ter sido um militar brilhante foi considerado negligente quanto a expansão do comunismo no mundo) Tão logo assume a presidência, tem que enfrentar uma crise causada pela invasão de Cuba por exilados cubanos com o auxílio da CIA. Assume a responsabilidade pelo fracasso, mas mantém a popularidade. Em junho tem seu primeiro encontro com o premier soviético, Nikita Khrushchov, em Viena. Dois meses depois o Muro de Berlim é construido. 1962 é um ano turbulento. A crise dos Mísseis em Cuba leva o mundo próximo ao conflito nuclear, mas Kennedy já mais entrosado com o poder, age com firmeza e ganha admiração mundial. O conflito no Vietnã começa a se agravar e Kennedy envia consultores militares para o sudeste asiático.no seu governo ele promete colocar o homem na lua e comerça o projeto apolo,é assassinado.
-Lyndon Baines Johnson(1963 a 1969),assumiu o cargo de presidente com o assassinato de John Kennedy,um dos mais hábeis políticos que já habitaram a Casa Branca,fez uma verdadeira reforma constitucional para garantir direitos sociais aos americanos pobres.porém seu governo foi manchado com a guerra do Vietnã,mesmo assim sua popularidade entres os pobres era muito alta,porém contornou a controvérsia em torno da guerra quando limitou o bombardeio ao Vietnã do Norte para poder iniciar negociações. Ao mesmo tempo, ele surpreendeu o mundo ao abandonar a candidatura à sua provável reeleição para que pudesse se dedicar integralmente, sem ser atrapalhado pela política, à busca da paz.Quando ele deixou o cargo, as negociações de paz estavam em andamento.
-Richard Milhous Nixon(1964 a 1974), negociou a retirada das forças dos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnã, aproximou os Estados Unidos da China e viajou a Moscou, onde deu impulso às negociações com a União Soviética sobre a redução de armamento.apesar de se mostra um bom governante ,seu governo ficou marcado por escandalos politicos,1º por sua reeleição ter sido feita plo colegio eleitoral e logo depois o escandalo do Watergate.renunciou o mandato para evita ser casado.
-Jimmy Carter(1977 a 1981),seu governo mediou o primeiro acordo de paz entre um país árabe e Israel. O acordo de Camp David, de 1978, selou uma paz duradoura entre Israel e Egito,também assinou um tratado com o Panamá, segundo o qual os EUA devolveriam o canal ao controle panamenho, e ao contrário dos seus antecessores republicanos, influenciou o processo de abertura democrática de países da América Latina, quase todos então governados por ditaduras militares.
-Ronald Wilson Reagan(1981 a 1989),foi o presidente eleito com idade mais avançada com quase 70 anos. antigo ator de filmes de faroestes ,rei das garfes,seu governo foi conhecido como a "era Reagan",que influenciou o mundo todo para o bem e para o mal,Os anos da presidência foram marcados por importantes acontecimentos no plano interno e, sobretudo, no internacional. Reagan foi alvo de um atentado a tiro em 1981, ao qual sobreviveu mas que o deixou gravemente ferido. Entretanto, optou por praticar uma política externa agressiva, investindo na esfera da defesa e da diplomacia com o objectivo claro de combater o comunismo internacional,o chamado "Império do mal" como ele gostava de dizer,em nome do combate ao terrorrismo e império do mal, ele deu apoio, inclusive, a vários ditadores de direita.No seu segundo mandato, porém, Reagan manifestou abertura ao diálogo com o líder reformista soviético Mikhail Gorbachev. Os dois chegaram a acordo quanto à necessidade de ser efectuado um desarmamento progressivo de parte a parte, assim pondo fim à chamada Guerra Fria.ele conseguiu fazer a economia americana crescer como nunca,porém em mesma propoção cresceu também os gastos militares,invadiu países aonde o comusnismo amerçava se estalar,emviou ajuda e patrocinou guerrilhas anti-comunistas ao redor do mundo,no fim de governo mesmo abalado com os escandalos da venda ilegal de armas ao Irã(um país considerado inimigo dos EUA) estariam a ser apoiados os guerrilheiros "Contra" que se opunham ao regime de esquerda da Nicarágua.Embora não houvesse indícios claros de envolvimento ou sequer conhecimento da situação por parte do presidente, o caso abalou a credibilidade do próprio Reagan e a pressão da opinião pública levou ao afastamento de certos membros da sua administração.Porém Reagan conseguiu eleger o seu vice como presidente o George Bush Pai.
-Bill Clinton(1993 a 2001),(os americanos saturados da era Reagan pois o governo Bush Pai,foi uma continuação do governo Regan,elegeram um democrata que não era eleito deste Kennedy)os prioridades domésticas de Clinton incluíam reformas na área de educação, restringir vendas de armas,diminuição do orçamento militar, fortalecer leis de proteção ao meio ambiente e proteger o emprego de pais que têm que cuidar de seus filhos doentes. Internacionalmente, suas prioridades incluíram reduzir barreiras de comércio (NAFTA) e mediar os conflitos na Irlanda do Norte e entre israelenses e palestinos que foram abandonados na "era Reagan". Foram anos de grande desenvolvimento econômico da nação, com o déficit fiscal da era Reagan sendo reduzido.as inteverções militares americanas se restringiram as comandadas pela ONU,o seu governo houve um escandalo sexual com a sua estagiaria,e ao nega perante o congresso sofreu um processor de impeachment,porém foi absovildo,deixar o cargo, ele teve as mais altas taxas de aprovação para um presidente na história moderna dos Estados Unidos (58% de imagem positiva).
George W. Bush(2001 até hoje) seu governo estava fardado a entra para história como governo mediocre e impopular,eleito pelo colegio eleitoral,cheio de garfes e como o pai é discipulo do lorde Sith Dank Ronald Reagan,a virada ocorreu graças aos atentados terrorristas de 11 de setembro,chocada e abalada a opinião publica americana deixou levar ela labia dele como o combate ao "eixo do mal e terrorismo" plagiando seu.A DOUTRINA TRUMON:

A expressão Doutrina Truman designa um conjunto de práticas do governo dos Estados Unidos da América, em escala mundial, à época da chamada Guerra Fria, que buscava conter a expansão do comunismo junto aos chamados "elos frágeis" do sistema capitalista.

Ao final da Segunda Guerra Mundial, os países europeus entraram em declínio, coincidindo com a ascensão dos Estados Unidos e da União Soviética enquanto potências no palco das relações internacionais.

Winston Churchill, estadista britânico, foi o primeiro a perceber o avanço do comunismo, iniciando fortes pressões para que o Ocidente encontrasse uma estratégia para deter o avanço soviético.

Em resposta à atitude britânica, o então presidente norte-americano, Harry S. Truman, pronunciou, em 12 de Março de 1947, diante do Congresso Nacional daquela nação, um violento discurso assumindo o compromisso de "defender o mundo capitalista contra a ameaça socialista". Estava lançada a Doutrina Truman e iniciada a Guerra Fria que propagou para todo o mundo o forte antagonismo entre os blocos capitalista e socialista. Em seguida, o secretário de estado George Catlett Marshall anunciou a disposição dos Estados Unidos de efetiva colaboração financeira para a recuperação da economia dos países europeus. Truman propôs a concessão de créditos para a Grécia e a Turquia, com o objetivo de sustentar governos pró-ocidentais naqueles países. Pela didática a Guerra Fria começou com a Doutrina Truman, mas na realidade ela teve seu marco inicial com as bombas atômicas lançadas pelo EUA no Japão.

Ditadura militar ou regime militar: é uma forma de governo onde o poder político é efetivamente controlado por militares. Como qualquer ditadura ou regime, ela pode ser oficial ou não. Também existem formas mistas, onde o militar exerce uma influência muito forte, sem ser totalmente dominante.

O típico regime militar na América Latina era governado por um governante de alta patente, chamado de caudilho. Em alguns casos um grupo composto por vários militares, uma junta militar, assumia o poder. Em qualquer caso, o líder da junta ou o único comandante pode muitas vezes pessoalmente assumir mandato como chefe de estado.

No Oriente Médio e África, com mais frequência os governos militares passaram a ser liderado por uma única pessoa poderosa, que governam em autocracias. Líderes como Idi Amin, Sani Abacha, Muammar al-Gaddafi, e Gamal Abdel Nasser trabalhado para desenvolver um culto à personalidade e se tornou a face da nação dentro e fora dos seus países.

A maior parte das regimes militares são formadas após um golpe de Estado derrubando o governo anterior. Um muito diferente do padrão foi seguido por um regime político liderado por Saddam Hussein no Iraque e de Kim Il-sung no regime norte-coreano, sendo que ambos começaram como uma Estados de partido único, mas ao longo de sua existência seus dirigentes e os militares se tornaram intimamente envolvidos no governo.

Inversamente, outras regimes militares prefereriram gradualmente restaurar importantes componentes do governo civil, enquanto o alto comandante militar mantém o poder político no poder executivo. No Paquistão, os generais Muhammad Zia-ul-Haq (1977-1988) e Pervez Musharraf (1999-2008) realizaram referendos para eleger singularidades próprias ao presidente do Paquistão para termos adicionais proibida pela Constituição.

No passado, regimes militares tenham justificado o seu governo como uma forma de trazer estabilidade política para a nação ou resgatá-lo das ameaça de "perigosas ideologias", como a comunista. Na América Latina, a ameaça do comunismo foi frequentemente utilizada, enquanto que no Oriente Médio o desejo de se opôr a inimigos externos e mais tarde o fundamentalismo islâmico revelou um importante motivador para a implantação do regime. Os regimes militares tendem a apresentar-se como não-partidária, como um "neutro" partido que pode fornecer liderança provisória, em tempos de turbulências, e também tendem a retratar civis como políticos corruptos e ineficazes. Uma das características quase universal de um governo militar é a instituição da lei marcial ou um permanente estado de emergência.

Embora haja exceções, regimes militares geralmente são criticados pelo pouco zelo pelos direitos humanos e usar todos os meios necessários para silenciar os adversários políticos, que são vistos como opositores. Às vezes, o regime militar faz a abertura política de forma espontânea ou é forçado a sair por convulsões sociais, em atividade ou em risco iminente.

Regiões da América Latina, da África e o Oriente Médio foram as áreas comuns de regimes militares. Uma das razões para isso é o fato de que os militares tem frequentemente mais coesão e também estrutura institucional do que a maioria das instituições da sociedade civil.

Os regimes militares pode ser comparada com outras formas de governo. Por exemplo, na maioria dos atuais e históricos Estados comunistas, o centro do poder repousa entre civis e parte dos funcionários, e medidas de muito cuidado(como comissários políticos e freqüentes rotações) são tomadas para evitar que o militar de exercer autoridade independentemente.

Desde a década de 1990, os regimes militares tornaram-se menos comuns. Razões para isso podem incluir-se o fato de regimes militares já não tem muita legitimidade internacional, bem como o facto de muitas forças armadas vão ter governado muitas nações estão agora dispostos a não se envolver em disputas políticas. Além disso, com o anúncio da abertura política soviética(perestroika) e o posterior fim da Guerra Fria e o colapso da União Soviética, tornou mais difícil para os regimes militares obterem o apoio de países estrangeiros ou alegar, segundo alguns críticos do assunto, ameaça comunista.

Como a Guerra Fria, começou a entrar em fase terminal, no Oriente Médio, regimes como os da Síria e do Egipto, uma vez que foram governado pelo que se parecia um regime militares entraram em transição para outras formas de governo.

No mundo, desde os anos 80, 33 regimes militares deixaram o poder para governos civis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário